domingo, 12 de abril de 2015

Sopa lenta de carne

Com o whole30 a terminar, vou começar a partilhar algumas das receitas usadas... e a primeira só pode ser uma das minhas grandes paixões... a sopa lenta de carne!

Durante praticamente 2 meses, não houve semana que não a fizesse. Ora, servia para pequeno-almoço ou lanche ou para jantar, conforme o que me apetecia :)

Esta foi também uma das grandes revoluções no meu pequeno-almoço... comer sopa, com ou sem carninha! Mas confesso que depois de se começar o dia desta forma, não se quer outra coisa, porque nos sentimos verdadeiramente saciados e nutridos! Primeiro estranha-se, mas depois entranha-se! :)

Para além do sabor incrível desta sopa, acrescem ainda inúmeros benefícios, tendo em conta que através do processo de cozedura lenta se obtém melhor os nutrientes dos alimentos e de minerais importantes. Aconselho-vos a ler todos os benefícios aqui.

Quanto à receita, não fui eu que inventei a pedra! :p A belinha da página Comida a Sério partilhou comigo como fazia a dela e eu tratei de a adaptar ao meu gosto, conforme aconselho sempre a que façam!

Garanto-vos que é a melhor sopinha do mundo <3

Normalmente, uso sempre a mesma base (de acordo com o meu gosto!) e se tiver sobras de legumes perdidas no frigorífico, aproveito-as sempre na sopa também.

Faço assim:

Ingredientes:
  • 1 cebola;
  • 3 dentes de alho;
  • 2 cenouras;
  • 1 alho francês:
  • 1 curgete;
  • 1/2 ou 1 couve-lombarda, consoante o tamanho;
  • 1 nabo;
  • sobras de outros legumes: brócolos, couve-flor, couve roxa, beringela e outros;
  • 1 colher de sopa rasa de sal marinho;
  • 2 a 4 pernas de frango ou outra carne a gosto;
  • água q.b.
Preparação:

Lavar, arranjar e cortar os legumes, grosseiramente.

Colocá-los numa panela bem grande, com o sal, dispor o frango por cima e encher com água quase até tapar.

Levar a panela ao lume até ferver. Nesta altura, tapar a panela e passá-la para o bico do fogão mais pequeno e colocar o lume no mínimo.

Deixar cozinhar entre 4 a 8 horas. 

Após a cozedura, retirar o frango, limpá-lo de ossos, peles e desfiá-lo para a sopa ou para um recipiente à parte, conforme preferirem.

Demora, mas não se irão arrepender, seguramente! :)

A primeira! Nunca me hei-de esquecer dela :) eheheh
Acompanha morangos, creme de coco, raspa de laranja e canela
Acompanha um bulletproof coffee
Acompanha anona com manteiga de caju e canela
Acompanha kiwi e lascas de coco torrado
Acompanha morangos, creme de coco e pepitas de cacau cru 
Estas foram algumas das minhas refeições com ela... e mais irão haver! Não é o calor que nos vai afastar <3

1 comentário:

  1. Haha isso é paixão :P
    Ainda agora tenho uma panela no fogão, o meu processo de a fazer é mais ou menos: Olha, um pedaço de couve-flor, vou pôr. *Vaguear pelo jardim e ver alho francês e salsa* -> Olha, alho francês e salsa, vou pôr. Pimento que tenho congelado! Vou pôr.
    Até estar a panela cheia :P
    Acaba por ser um bocado semelhante à tua, mas ultimamente tenho passado porque fica muito boa. Antes a minha sopa preferida era a da minha avó, mas ela é preguiçosa e não coze as coisas o suficiente. Aliado a isso, chega à parte de passar com a varinha mágica e tritura o mínimo aceitável, por isso depois aparecem pedaços de cenoura a boiar :P Estou a gozar mas é muito boa, só não fica tão cremosa porque eu passo durante bastante tempo...
    Tenho de agradecer-te a ti e à comida a sério, porque dá imenso jeito e é uma delícia! :D
    As fotos estão tão apetitosas! Quero :D

    ResponderEliminar