quarta-feira, 23 de abril de 2014

Crepes de polvilho doce

Antes de mais, o que é o polvilho?!

O polvilho é uma farinha (isenta de glúten), a qual é obtida da mandioca (é uma raiz e fonte de fibras) que, consoante o seu grau de acidez, pode ser classificada como doce ou azeda.

Eu uso sempre a versão doce - polvilho doce - nem nunca experimentei a outra, mas do que tenho lido é mais adequada para outras receitas, tais como o pão de queijo.

Compro no supermercado e está junto às restantes farinhas. 

Quanto à receita... bem, na realidade são várias. Consigo sempre fazer variações, consoante pretenda uma refeição mais doce ou salgada, por isso esta receita, com a guarnição correcta pode servir para uma refeição mais leve ou até para uma sobremesa ;)

No entanto, a base da receita é sempre a mesma: 1 ovo + 1 CS bem cheia de polvilho doce + 1/2 cc de fermento. 

Depois, a imaginação é o limite: Se quiser mais doce, junto à massa, uma colher de chá de canela ou de cacau cru em pó, se me apetecer mais salgada, coloco uma pitada de sal, pimenta ou orégãos.

Consoante o recheio que vou fazer, também gosto de enriquecer a massa, por vezes com 1/2 colher de sopa de chia ou igual quantidade de linhaça (para a versão doce e salgada, respectivamente).

Deixo-vos várias sugestões que já fiz, todas igualmente saborosas! Mas como é óbvio, a vossa preferência será ditada pelo vosso gosto pessoal :)

As versões doces:
Crepe de polvilho doce recheado com manteiga de amendoim, banana caramelizada e canela
Esta é uma versão doce, como tal, à receita base da massa, acrescentei uma colher de chá de canela. Depois foi só barrar com manteiga de amendoim, juntar banana caramelizada na frigideira anti-aderente e polvilhar com canela.
Crepe de polvilho doce recheado com manteiga de avelã e cacau, morangos e cacau cru em pó
Nesta versão, à receita base da massa, acrescentei uma colher de chá de cacau cru. Depois barrei com manteiga de avelã e cacau, juntei morangos fatiados e polvilhei com cacau cru em pó.


As versões salgadas:
Crepe de polvilho doce recheado com queijo fresco magro e fiambre de peru
Esta é uma versão salgada, como tal, à receita base da massa, acrescentei uma pitada de sal, pimenta de moinho e orégãos, bem como juntei 1/2 colher de sopa de chia. Coloquei 2 fatias de fiambre de peru e, entre elas, o queijo fresco magro fatiado.
Crepe de polvilho doce recheado com tomate e mozarela com orégãos
Nesta versão, à receita base da massa, acrescentei uma pitada de sal, orégãos e juntei 1/2 colher de sopa de linhaça moída. Coloquei 1/4 de tomate e igual quantidade da bola de mozarela, ambos fatiados, juntei mais orégãos e levei à tostadeira até derreter o queijo.

NOTAS: 

1) Uso sempre uma frigideira anti-aderente para fazer as panquecas, por isso não tenho necessidade de colocar gordura para as confeccionar - se tiverem de usar, coloquem uma pinga de óleo de coco ou de azeite e espalhem-na bem na frigideira, usando papel absorvente de cozinha;

2) Todas as manteigas de oleaginosas  usadas nas minhas receitas são caseiras, pelo que não têm quaisquer aditivos;

3) Tenham atenção às proporções usadas nos recheios... há ingredientes que, pese embora os seus benefícios, são calóricos e, como tal, se consumidos em excesso, não há benefícios que os valham, por isso, não vale colocar o frasco todo da manteiga de amendoim, nem uma bola inteira de mozarela nos crepes :) 

Espero que gostem destas sugestões! :)

27 comentários:

  1. Bom dia! Obrigada por este post,andava para te perguntar como fazias as panquecas de polvilho.... Eu comprei no continente e tive de hidratar.... nunca saiu nada de jeito e acabei por desistir! Costumas hidratar o teu polvilho?? Obrigada :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Marta! Nunca hidratei, o ovo é suficiente para fazer os crepes! Quando for assim, pergunta! ;)

      Um dia tento hidratar para ver se consigo fazer as famosas tapiocas do Brasil eheh

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Realmente dá para variar imenso, tens muita criatividade e jeito para deixar tudo com um aspecto fantástico :}
    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acaba por ser um pouco como os crepes normais! Dá para usar quase tudo, consoante o nosso gosto ;)

      Eu confesso que me esforço para ficar tudo bonitinho para a foto! eheheh depois misturo tudo :D

      Beijinhos

      Eliminar
  3. só tinha experimentado a versão da ouioui (apenas com claras) e hoje peguei na tua receita base e olha o resultado: 1 ovo, 1 cs polvilho, coentros picados, alho em pó, flor de sal aromatizada com oregaos e tomilho e pimenta branca. recheei com queijo quark e ficou muito boa! :)) obrigada pela partilha!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hummmmmm, isso deve ter ficado tão bom! Mais uma versão a experimentar :D

      Obrigada por teres partilhado a tua tb! :)

      Eliminar
    2. não encontro o teu email... podes enviar-me um email para lim.edition2012@gmail.com ? queria enviar-te as condições para o desafio das receitas saudáveis :)

      Eliminar
  4. Que bom aspeto, espero fazer em breve! Tenho um pacote de polvilho doce a macerar ao tempo haha... comprei para fazer crepes de tapioca mas parece um bocado complicado :P Esses parecem bem mais simples... vou ver se experimento :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, tb gostava de fazer tapioca, mas preciso de me inspirar (entenda-se encher de paciência) para os fazer! :p

      Eliminar
  5. Pelas fotos tanto a versão doce como a salgada, deixam água na boca, já tinha visto imensas vezes isso, mas nuncaaa me atrevi a fazer mas acredito que quando a panca das panquecas voltar foi fazer!! :p

    ResponderEliminar
  6. Sabes que não conheço essa farinha mas tem um aspeto maravilho estas tuas receitas muito prático para uma refeição é uma farinha a experimentar, usas esta porque? porque nao podes consumir gluten? estou tentada a experimentar:)

    Beijinho grande querida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Vanessa! :)

      É por isso mesmo. Por indicação médica, retirei grande parte do glúten da minha alimentação (só mantenho a aveia que, embora não tenha glúten originalmente, possa ter por contaminação cruzada com outros cereais) e tenho tentado encontrar outras alternativas, que sejam saudáveis e me encham na mesma as medidas eheheh

      Experimenta! Esta farinha faz uns crepes e umas panquecas bastantes fofas e saborosas :)

      Beijinho grande

      Eliminar
  7. Olá!
    Vim aqui dizer que fiz esta receita para jantar com atum e ficou uma delícia! Mal posso esperar para fazer com frutas ou toppings doces :)
    Obrigada pela partilha, são mesmo bons e rápidos de fazer!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa! Fico feliz que tenhas gostado :)

      Os doces também ficam muitoooo bons!

      Beijinhos

      Eliminar
  8. Acabei de fazer uma versão doce desta tua receita: recheiei com banana caramelizada com um pouco de mel e canela.....meu deus, que delícia!! Obrigada por partilhares, assim acredito que vá conseguir ter uma alimentação mais saudável e não cometer aseniras que às vezs é tão dificil de resistir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por isso, mesmo é que partilho!!! :) Para verem como é saboroso comer bem :) Basta mudar alguns ingredientes!! Ainda bem que gostaste :)

      Eliminar
  9. Jå experimentei os crepes de polvilho mas n ficaram nada de especial :/

    ResponderEliminar
  10. porquê o polvilho doce ? Quais as vantagens face a outro tipo de farinhas? Achas que fica bem como base de pizza?
    ps: o teu blog é um vicio

    Luísa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essencialmente, porque é uma farinha sem glúten (sou alérgica) e gosto do resultado nos crepes com a sua utilização. Claro que fica. Costumo fazer. Veja aqui http://saudavelcomoumpero.blogspot.pt/2014/07/wrap-de-polvilho-doce-e-pizza-de.html Fica pequena, mas muito saborosa!

      Eliminar
  11. A base da receita não leva um líquido? Nem um pouco de leite? Somente polvilho doce, ovo, e fermento? É isso mesmo?

    ResponderEliminar
  12. Olá :)

    Não consigo encontrar polvilho à venda, posso fazer com farinha de tapioca?

    obrigada :)

    ResponderEliminar
  13. Tapioca brasileira: é polvilho umidecido com água e dps peneirado. Ñ leva ovos (sal opcional)

    ResponderEliminar
  14. Tapioca brasileira: é polvilho umidecido com água e dps peneirado. Ñ leva ovos (sal opcional)

    ResponderEliminar