sábado, 22 de março de 2014

Esparguete de courgette com camarão, alho, coentros e tomate-seco

Sou uma pessoa de desejos. Sempre fui. E quando me apetece comer algo, não descanso enquanto não como o que me apetece.

No entanto, desde há uns dois anos (+/-) a esta parte, altura em que comecei a ser mais consciente com a alimentação que fazia (e as repercussões que isso tinha), que tento fazer diversas substituições nas receitas, de forma a que fiquem o mais saudáveis possíveis, mas ainda assim, cheias de sabor.

E assim surgiu esta receita, da necessidade de matar um desejo - desde o início da semana que andava a sonhar com uma massa maravilhosa que há no "Il mercato di pasta" - e de a tornar, o mais saudável possível!

Só que deu luta, não encontrava o tomate-seco em lado nenhum (obrigada a todos os que, prontamente, me disseram onde podia encontrar!), mas a pressa era tanta que acabei por fazer tomate-seco em casa... tal não era a vontade :)

Ora bem, indo àquilo que interessa, para a receita vão precisar apenas de: 2 courgettes grandes (e um espirilizador) + 500 grs de miolo de camarão + 5 dentes de alho + 1/2 molho de coentros + tomate seco + vinho branco + sumo de lima + azeite, sal e pimenta cayene, a gosto (ou outras especiarias que prefiram) - serve 2.

Cortem as courgettes em esparguete com o espirilizador (há uns descascadores e raladores que fazem o mesmo efeito, mas deve dar mais trabalho).

Levem ao lume numa frigideira, os alhos, metade dos coentros, o tomate seco, o azeite e deixem saltear. Seguidamente, juntem o camarão, um pouco de vinho branco, sumo de lima e temperem a gosto. Deixem cozinhar até os camarões estarem quase fritos - se quiserem podem ir juntando mais vinho branco e sumo de lima se estiverem seco.

Entretanto, coloquem água a ferver num tacho.

Juntem os restantes coentros ao camarão, rectifiquem os temperos e deixem apurar mais um pouco.

Quando os camarões estiverem no ponto, coloquem a courgette na água a ferver uns 30 segundos, só mesmo para lhe dar uma entaladela - podem optar por deixar mais tempo, mas eu gosto do esparguete "al dente"!

E voilá, temos esta pequena maravilha!!!

Esparguete de courgette com camarão, alho, coentros e tomate-seco
Se quiserem, no prato juntem mais sumo de lima... eu adoro!

E é assim que se matam desejos de comida, que de saudável não tinha nada! :D

10 comentários:

  1. Acho que o mal é das mulheres, quando metemos uma coisa na cabeça vai lá vai! Adorei o aspecto, deve estar delicioso (para variar, sai-te tudo sempre 5 estrelas). Beijinhos e bom fim-de-semana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes crer, somos de ideias fixas! :) Sou assim em tudo... quando meto uma coisa na cabeça, não descanso enquanto não faço!

      Estava óptimo! Regalei-me com a minha massinha :)

      Um bom fim-de-semana para ti tb! Beijinhos

      Eliminar
  2. Nunca comi tomate seco, que estranho... Se calhar já veio num restaurante ou assim e nem reparei.
    Uma coisa que também reparei, a propósito do último comentário, em espanha, foi que não havia molho de tomate! Só havia molho de tomate frito ou lá o que era... Se calhar até é a mesma coisa, mas não me cheira. As diferenças culturais têm muito que se lhe diga :P
    Por acaso nem sou muito de pratos de massa, até como mas não é a minha coisa preferida. Mas quando como é mesmo al dente, ou quando explico alguém que não é tão requintado (ahah), digo antes "gosto da massa meia crua" que é para a gente perceber lol!
    Tem muito bom aspeto, e aposto que é bem mais saudável do que o prato original... :)
    O espirilizador deve dar mesmo jeito, para fazer massa de tudo...
    Eu não sou tanto de desejos, mas de fases; se me lembro de comer queijo fresco com tostas ao pequeno almoço durante um mês, ou papas de aveia durante meio ano, ou panquecas, ou fruta com iogurte (tudo ao pequeno almoço) não é de estranhar; nem se comer sopa passada durante imenso tempo para depois passar para sopa com pedaços, ou legumes salteados na wok, ou gostar mais de massa integral e de repente começar a comer só arroz... É mesmo para onde estou virada :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como nunca?!? :p Se já tivesses comido, tinhas reparado, o tomate seco tem um sabor relativamente forte ;) Experimenta, eu adoro o sabor! Mas não me lembrava dele há imenso tempo... até de dar a vontade súbita de o comer! ehehe

      eheheh Massa para mim, também é assim, al dente! ;) Eu, então, sou perdida por massas :) Só que, evito o glúten e as massas sem, não são propriamente baratas, nem muito do meu agrado (pelo menos, as que experimentei até agora), então, acabo por arranjar estas soluções :)

      Eu sou fã do meu espirilizador :D

      Eu também sou como tu, há alturas em que parece que ando sempre a comer o mesmo, mas depois, lá vêm os desejos! :)

      Eliminar
  3. Tenho tanta pena de não ter nenhum "instrumento" para cortar os legumes assim. Tenho visto imensas fotos com massa assim e queria imenso experimentar..ficou com optimo optimo aspecto :D
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O sabor continua a ser o mesmo! ;) Mas fica mto mais bonito! Até parece mesmo que é esparguete eheheh

      Beijinho

      Eliminar
  4. Oláaa, gostava de saber onde compraste o teu espirilizador ?

    Obrigada,

    Mafalda

    ResponderEliminar
  5. Não encontrei o espirilizador...como se chama exactamente? Obrigada =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele não está a aparecer no site, não sei porquê :-/ Mas o nome é esse mesmo ;)

      Eliminar