segunda-feira, 11 de junho de 2018

Quiche de frango, cogumelos, alho francês e requeijão

Ontem aproveitei que ia ligar o forno para fazer granola e matei dois coelhos de uma cajada só! :)

Tinha uma perna de frango cozida à espera de ser aproveitada (sou só eu que tenho sempre sobras no frigorífico?!) e era a altura ideal de a utilizar.

As quiches dão-me sempre muito jeito. Como gosto de comer ovinhos ao pequeno-almoço é a solução mais prática durante a semana e caso não tenha tempo de preparar o jantar, é só reforçar o acompanhamento e a sobremesa e está feito :)

Desta vez queria fazer diferente da última, gosto de ir variando os sabores. Como também tinha aberto uma embalagem de requeijão, foi o casamento perfeito!

A receita é muito semelhante à anterior, em termos de proporções, mudam apenas alguns dos ingredientes e faz toda a diferença.

Ingredientes:

  • 1 cebola;
  • 3 dentes de alho;
  • 6 cogumelos frescos;
  • 1 alho francês (grande);
  • 1 perna de frango cozida;
  • 6 ovos;
  • 1/4 de requeijão;
  • sal, alho em pó, pimenta moída na hora, salsa e azeite, qb.
Preparação:


Fatiar a cebola, os dentes de alhos, os cogumelos, o alho francês e picar a salsa.

Num tacho colocar azeite e saltear a cebola e os alhos, até a cebola estar translúcida. Temperar com sal, alho em pó e pimenta.

Juntar os cogumelos e o alho francês e deixar cozinhar até o alho francês estar tenro.

Adicionar a perna de frango, previamente, desfiada, deixando os sabores se misturarem. Reservar.

À parte, bater os ovos com o requeijão e a salsa e incorporar no preparado anterior. Rectificar os temperos.

Colocar a mistura numa tarteira de silicone e levar ao forno, previamente, aquecido a 180 graus, durante cerca de 20/25m (depende do forno).


Com uma saladinha é de ir aos céus :)

domingo, 10 de junho de 2018

Granola de frutos secos, manteiga de amêndoa, gengibre, raspa de limão e canela

Com este tempo frio, apetecia-me uma granola com leite quentinho (só bebo vegetal, o mais natural possível) e fruta! Depois de fazer o whole30, só fiz a reintrodução do queijo e tenho-me sentido bem assim, por isso não queria usar aveia na receita.

Já tinha feito há muitooooo tempo, uma granola de frutos secos e sementes e era altura de a recriar. Queria um sabor forte, mas doce, perfeito para aconchegar, num dia de inverno, embora estejamos quase no verão :)

Abasteci-me do que era preciso e meti mãos à obra! 

Ingredientes:
  • 2 chávenas de frutos secos - 300g (usei uma mistura do Lidl - nozes, amêndoas, cajus e avelãs);
  • 1 chávena de sementes diversas - 150g (também do Lidl - girassol, abóbora e pinhão);
  • 1/4 de chávena de sementes de cânhamo - 40g;
  • 2 colheres de sopa de mel de tâmaras - 40 g (podem substituir por mel, se preferirem);
  • 2 colheres de sopa de óleo de coco - 20g;
  • 1/4 de chávena de manteiga de amêndoa - 55g (ou outra, que prefiram);
  • 1 colher de chá de gengibre em pó;
  • 1 colher de sopa de canela;
  • raspa de casca de 1 limão.
Preparação:

Picar grosseiramente os frutos secos (usei a bimby, vel.5, 2s).

Misturar numa taça grande todos os ingredientes, envolvendo e incorporando bem os mesmos.

Forrar um tabuleiro com papel vegetal e transferir a mistura, espalhando-a bem.

Levar ao forno durante cerca de 20m a 170º ou até estar tostado (de vez em quando, envolver os ingredientes para não queimar).

Retirar do forno, deixar arrefecer completamente e reservar num frasco.


Como sempre ficou um cheiro maravilhoso na minha cozinha?! <3

Deixo-vos mais algumas sugestões de granolas, caso queriam experimentar, aquiaqui e aqui! Todas diferentes, mas uma melhor do que a outra!!! :)

NOTA: A minha sensibilidade ao doce, provalmente, será diferente, uma vez que não consumo nada com açúcar, para além do naturalmente presente nos alimentos, por isso aconselho a que experimentem primeiro a mistura, para garantirem que não precisam de adicionar mais mel.

Mel de tâmaras

Já tinha visto por esta blogosfera fora diversas receitas de mel de tâmaras. Como tenho tentado usar ingredientes o mais naturais possível e queria adoçar a granola que ia fazer, achei que era a altura de experimentar.

Vi diversas receitas e todas elas tinham em comum os ingredientes. O que variava eram as quantidades, por isso tratei de adaptar a minha, ao meu gosto pessoal e ao que pretendida.

Para a granola, para além de doce, tinha de ser mais consistente, por isso foi uma questão de adequar a água. Sintam-se à vontade de adicionar mais água se pretenderem uma versão mais liquida.

Vão precisar de 3 ingredientes apenas: tâmaras sem caroço, água e sumo de limão!

O que usei:

Ingredientes:
  • 100g de tâmaras + água para demolhar;
  • 100g de água;
  • 1 colher de chá de sumo de limão.
Preparação:

Demolhar as tâmaras em água, durante cerca de oito horas.

Findo esse tempo, descartar essa água e escorrer bem.

Colocar num processador de alimentos, as tâmaras demolhadas, as 100g de água e o sumo de limão, triturando até obter uma textura homogénea, semelhante à mousse.

Guardar num frasco e colocar no frigorífico. Aguenta durante cerca de 2 meses.


Conseguem perceber a textura como que ficou?! <3

sábado, 9 de junho de 2018

Cogumelos portobello recheados com ovo e queijo da ilha

Gosto destas manhãs... acordar cedo, preparar um bom pequeno-almoço e poder desfrutar dele com tempo e calma.

Pequenas coisas, mas que me dão tanto prazer <3

Hoje foi assim... com uns cogumelos portobello recheados com ovo, queijo da ilha e polvilhados com óregãos, onde todos os sabores se misturam de forma perfeita :)

Deixo a receita para que possam experimentar. Serve como pequeno-almoço, almoço ou um jantar mais leve, tudo dependendo do acompanhamento que fizerem.

Ingredientes:
  • 2 cogumelos portobello grandes;
  • 2 ovos M;
  • queijo da ilha, a gosto;
  • sal, alho em pó, pimenta, óregãos e azeite qb.
Preparação:

Retirar o caule aos cogumelos e com uma colher de sobremesa escavar a parte fibrosa, até estarem limpos.

Passar papel de cozinha nos cogumelos para os limpar de impurezas e de eventuais restos (não lavar, porque só vai fazer com que libertem água!!!).

Colocar papel vegetal num tabuleiro que possa ir ao forno, dispor os cogumelos por cima, temperar com sal, alho em pó, pimenta, um fio de azeite e levar ao forno a 180º, durante cerca de 10m (virá-los a meio do tempo).

Escorrer a água que possam ter ganho e voltar a colocar no tabuleiro (caso o papel vegetal tenha ficado molhado, substituir), moldando os cogumelos, caso necessário, para garantir que conseguem colocar o ovo.

Partir os ovos dentro dos cogumelos, gentilmente, ralar o queijo por cima, polvilhar com alho em pó, pimenta e óregãos e levar ao forno cerca de 10/15m, até os ovos estarem cozinhados.


Simples e absolutamente delicioso <3

Quiche de peru com cogumelos frescos e queijo da ilha

Nada se perde, tudo se transforma! É e sempre será, o lema aqui em casa :)

Tinha feito perna de peru assada no forno, mas não me apetecia comer as sobras da mesma forma, por isso sabia que tinha de recriar outra receita, aproveitando as mesmas.

Uma quiche nunca falha, nessa tarefa. É uma solução rápida e saborosa de aproveitar o que anda no frigorífico!

E que boa que ficou! Não deixem de a fazer!

Ingredientes:
  • 1 cebola;
  • 3 dentes de alho;
  • 6 cogumelos frescos;
  • 2 cenouras;
  • 1/2 curgete;
  • 2 mãos cheias de espinafres frescos;
  • sobras de peru assado (cerca de 150/200g);
  • 6 ovos;
  • 1/4 de chávena de leite de coco;
  • queijo da ilha, a gosto;
  • sal, alho em pó, pimenta moída na hora e azeite, qb.
Preparação:

Picar a cebola, os alhos, a cenoura e a curgete (usei a bimby, vel. 5, 2s) e fatiar os cogumelos.

Num tacho colocar azeite e saltear os ingredientes referidos, temperando a gosto. 

Juntar as sobras de peru, previamente, desfiadas e os espinafres, deixando os sabores se misturarem, até os espinafres murcharem. Reservar.

À parte, bater os ovos com o leite de coco e incorporar no preparado anterior. Rectificar os temperos.

Colocar a mistura numa tarteira de silicone, ralar por cima queijo da ilha a gosto e levar ao forno, previamente, aquecido a 180 graus, durante cerca de 20/25m (depende do forno).


Acompanhar com uma salada e comer de olhinhos fechados <3

sexta-feira, 8 de junho de 2018

"Arroz" de peixe malandrinho

Apetecia-me comer um belo arroz de peixe... malandrinho, cheio de sabor, mas sem arroz! 

Comecei a magicar em como o adaptar e lembrei-me de usar a receita de arroz de couve-flor :) Achei que não deveria ser muito difícil obter o que pretendida e coloquei as mãos à obra!

Acabou por ser ainda mais fácil do que pensava! Bastou usar a receita que, normalmente, faço, substituindo o arroz por couve-flor picada.

Ficou tão bom, mas tão bom que, dificilmente, alguém vai notar grande diferença, em relação ao arroz de peixe, dito normal :)

A receita é dificílima, como sempre, ora atentem:

Ingredientes:
  • 1 cebola;
  • 2 dentes de alho;
  • 8 tomates cherry;
  • 2 cenouras;
  • 1 couve-flor média;
  • 1/2 pimento;
  • 1 lata pequena de tomate triturado (390g);
  • 400 ml de água;
  • 4 filetes de pescada (grandes);
  • 3 mãos cheias de espinafres;
  • 1 malagueta pequena;
  • coentros, a gosto;
  • sal, alho em pó, pimenta e jindungo, a gosto;
  • azeite qb.

Preparação:

Ralar a cenoura e a couve-flor num processador de alimentos (usei a bimby, vel.5, 2s). Reservar.

Cortar a cebola, os dentes de alho, os coentros, o pimento e os filetes de pescada. Reservar.

Num tacho (grande) colocar a cebola e os alhos picados e salteá-los em azeite, até a cebola estar translúcida.

Temperar com sal, alho em pó, pimenta e jindungo. Juntar o tomate cherry e o triturado, o pimento, a malagueta, a água e os coentros e deixar ferver.

Juntar a couve-flor e a cenoura ralada e deixar cozinhar em lume brando.

Quando a couve e a cenoura começarem a amolecer, juntar os filetes de pescada e deixar cozinhar.

No final, com o lume desligado, juntar os espinafres e mais coentros, envolver bem e deixar descansar (tapando o tacho) durante cerca de 5m.

Servir e saborear cada garfada :)


Estava maravilhoso <3

Espero que gostem de mais esta sugestão, cheia de sabor e pobre em calorias e hidratos de carbono :)

sábado, 2 de junho de 2018

Pão de linhaça e óregãos

Depois de terminar o whole30, voltei à comidinha que me fazia sentir bem :)

O mais natural possível, sem alimentos processados (o queijo não conta! :p) e sem açúcares refinados.

Apesar de comer muita fruta, tenho feito uma alimentação mais low carb. O meu organismo reage bastante melhor. Controlo muito mais o apetite e sinto-me muito melhor. Tenho mais energia e uma disposição, completamente, diferente.

Entretanto, lembrei-me de fazer o pão de linhaça que, antigamente, fazia, cuja receita podem ver aqui. Como não tinha coco ralado em casa, mas sim farinha de coco, tratei de adaptar a receita. A farinha absorve muito mais líquidos do que o coco ralado, por isso era necessário fazer alterações.

Só o facto de ter trocado o coco por farinha, fez toda a diferença. O pão ficou mais denso, cresceu um pouco mais e o sabor não ficou tão forte, como o que fazia.

Pessoalmente, não sei de qual gosto mais!

Como é um pão sem glúten e como tal não tem a elasticidade a que, provavelmente estarão habituados, aconselho a que o cortem ainda morno, de forma a que não parta.

Ora, segue-se a receita, que não tem muito que saber :)

Ingredientes:
  • 1 chávena de farinha de coco (cerca de 140g);
  • 1 chávena de farinha de linhaça (cerca de 110g);
  • 1/4 de chávena de azeite extra-virgem;
  • 6 ovos;
  • 3 chávenas cheias de água;
  • 1 colher de chá de bicabornato de sódio;
  • 1 colher de sopa de vinagre de sidra;
  • óregãos, a gosto.
  • sal, qb.
Serve 10 fatias.

Preparação:

Colocar os ingredientes numa taça e bater com uma batedeira até estar uma massa alta, branca e fofinha (eu usei a bimby, na vel.4, até obter esse efeito.)

Colocar a massa numa forma de bolo inglês de silicone e levar ao forno a 180.º, previamente aquecido, durante cerca de 1 hora, para cozer bem. Fazer o teste do palito, para garantir que está cozido.

Deixar arrefecer dentro do forno e ainda morno fatiar.

Acabado de fazer

Hoje como tinha de fazer a prova oficial, o pequeno-almoço foi assim <3 de ir ao céu!!! :)
Tosta de abacate com salmão fumado e ovo escalfado
Eu gostei bastante do sabor, embora seja, totalmente, diferente do pão típico que se costuma comer., por isso, provavelmente, vão estranhar o sabor!

De qualquer forma, é um pão cheio de nutrientes e de fibra e como tal, sacia bastante.

NOTA: Editei a publicação, porque me esqueci de um ingrediente fundamental... sal!!! Depois de ter provado o pão, sem o salmão fumado, percebi que estava insonso, pelo que é necessário adicionar sal na sua confecção.


Espero que gostem!